Oficina de Canto e Preparação de Voz

01/08/2018 11:43
When:
6 de agosto de 2018 @ 14:00 – 10 de agosto de 2018 @ 18:00
2018-08-06T14:00:00-03:00
2018-08-10T18:00:00-03:00
Cost:
Contribuição que pode/pretende dar (quantia): R$50, R$100, ou outro valor
Contact:
Núcleo de pesquisa em Arte(s)

A OFICINA
Nós do Oco – Núcleo de pesquisa em Arte(s) – convidamos você a participar da oficina de canto e preparação vocal de William Guedes Vaz, que vai acontecer nas tardes de 6 a 10 de Agosto (segunda a sexta), na UFSC – sala 210 BLOCO D do CCE.
William é compositor, regente, professor e preparador vocal premiado, especializado em canto coral para teatro. Entre outros grupos, ele faz parte da Cia do Tijolo, de São Paulo. Vem há vários anos pesquisando a inserção da música na dramaturgia e trabalhando diretamente com cerca de 300 pessoas, principalmente cantoras/es e atrizes/atores. Trabalha também questões relativas a alegados “limites” entre canto e fala, ou entre a emissão comum e a voz colocada.
A oficina será parte da preparação do espetáculo Glorioso Desatino, que o Oco está montando, a partir da autobiografia de Teresa d’Ávila.

CONTRIBUIÇÃO (flexível)
William está vindo de São Paulo sem cobrança de cachê (pelo que lhe somos eternamente gratos!), então pedimos contribuições aos inscritos para pagar custos de passagem e estadia.
Sugerimos R$100 para professores, ou outros profissionais, e R$50 para estudantes. São valores que podem ser negociados, levando-se em conta carências, dificuldades, situações específicas… Se por acaso houver sobra de dinheiro faremos uma remuneração simbólica ao professor.

E-MAIL DE INSCRIÇÃO
Para a preparação da oficina, William precisa ter um mínimo de informação sobre as vozes, por isso pedimos aos interessados que se inscrevam, por favor, até o dia 1º de agosto à meia-noite. Basta nos enviar um email com os dados abaixo.

Email: oconucleodeartes@hotmail.com
Assunto: Inscrição na oficina do William
Nome:
Telefone/whatsapp:
Naipe (se souber): soprano, mezzo-soprano, contralto, tenor, barítono ou baixo.
Se v. não souber seu naipe, diga, por favor:
(1) se é homem ou mulher e
(2) se acha que tem voz mais aguda ou mais grave.
É estudante ou professor? De qual curso ou instituição?
Faz parte de algum coro ou algum outro grupo musical ou teatral?
Qualquer outra informação relativa ao que a/o levou a fazer a oficina:
Contribuição que pode/pretende dar (quantia): R$50, R$100, ou outro valor.