MArquE recebe exposição ‘Tecendo saberes pelos caminhos guarani, kaingang e laklãnõ-xokleng’

24/10/2017 11:03

Foto: Divulgação

O Museu de Arqueologia e Etnologia (MArquE) da UFSC recebe entre outubro de 2017 a 29 de junho de 2018 a exposição “Tecendo saberes pelos caminhos Guarani, Kaingang e Laklãnõ-xokleng”, aberta oficialmente na noite do último dia 18, quarta-feira. A mostra é resultado da Ação Saberes Indígenas na Escola em Santa Catarina (UFSC, SED SC, Secadi/MEC), que possui o eixo norteador Territórios de Ocupação Tradicional em Santa Catarina: Passado e Presente.

A exposição trata de conhecimentos, de saberes, envolvendo histórias e experiências vividas e repassadas de geração a geração desde tempos imemoriais, usando a palavra falada, a oralidade. Estimula o diálogo com a pluralidade étnica. Mostra diferenças e semelhanças entre os três povos indígenas.

O percurso de 2015 a 2017 junto às escolas e aldeias Guarani, Kaingang e Laklãnõ-Xokleng em Santa Catarina desagua parcialmente nesta exposição, organizada por uma equipe ampliada de curadores e especialistas indígenas e não indígenas, muitos deles voluntários.
(mais…)

Centro de Cultura de Eventos recebe duas exposições fotográficas

24/10/2017 11:03

Foto da exposição Mongólia, Terra Soberana

O Centro de Cultura e Eventos da UFSC recebe simultaneamente as exposições fotográficas “Mongólia, Terra Soberana”, de Ivan Pigozzo e “entre lá e cá”, de Tamiris Moraes. As fotografias ficam expostas até segunda-feira, dia 30.

A exposição Mongólia, Terra Soberana, composta por uma série de imagens do fotógrafo Ivan Pigozzo, nos aproxima de um lugar pouco conhecido, mas tão fascinante e singular. A mostra revela uma experiência privilegiada percorrendo o país por penosas estradas, cruzando desertos e lagos, contemplando paisagens e admirando pessoas. Empenha-se em valorizar a cultura do povo mongol e enaltece a imensidão desse vasto território que mescla sentimentos de solidão e liberdade.

Foto da exposição Entre Lá e Cá

A exposição Entre Lá e Cá: sou memória e sonhos em fragmentos, da artista Tamiris Moraes, representa um tempo baseado na teoria de Henri Bergson, filósofo francês, que aborda a questão do tempo e a sua noção de duração. “É um trabalho bem pessoal. Eu sempre falo que é uma brincadeira, porque é, na verdade. E eu levo brincadeiras muito a sério. Uma brincadeira de misturar tempos que pretendo continuar. O responsável pelo impulso de tal jogo foi Bergson, que está presente comigo. Brinco, com ele, de misturar tempos. Com esse trabalho, carrego tudo e nada em mim, e transito por tempos meus, de outros “alguéns” e me monto no meio disso.”, conta Moraes.

Serviço

O quê: Exposições fotográficas  “Entre Lá e Cá” e “Mongólia, Terra Soberana”
Quando: até segunda-feira, dia 30 de outubro
Onde: Hall de Centro de Cultura e Eventos da UFSC – piso térreo

Café Cinematográfico exibe e discute o filme “Snowden: E agora, o que fazer com a verdade?”

24/10/2017 11:00

O Café Cinematográfico, organizado pela Confraria Literária do Colégio de Aplicação da UFSC, promove exibição e debate  do filme “Snowden: E agora, o que fazer com a verdade?”, nessa sexta-feira, dia 27. O evento acontece no Laboratório de Linguagem do CA, às 18h.

Sobre o filme

Em meados de 2015, surge a produção da cinebiografia de Edward Snowden. Afinal, quem foi e por que tornou-se conhecido mundialmente da noite para o dia? A história desse ex-agente dos EUA, e posteriormente da CIA (Agência Central de Inteligência) tomou notoriedade após Snowden vazar informações confidenciais do governo dos Estados Unidos da América, com a intenção de alertar toda uma sociedade dos poderes políticos descomunais. E se você está cogitando que tudo isto é fictício, acredite, É REAL!
Afinal, Snowden é herói ou traidor? Se o que ele “vazou” é a verdade, o que fazer com ela?

“Você não pode esperar que outra pessoa haja. Eu estava procurando por líderes, mas percebi que liderança é ser o primeiro a agir”
[The Guardian – Edward Snowden]

(mais…)

Cine Paredão apresenta “Incêndios”, de Denis Villeneuve, nessa sexta-feira

24/10/2017 09:02

Nessa sexta-feira,  27 de outubro, às 20h, o projeto Cine Paredão apresenta o filme Incêndios, de Denis Villeneuve, no Bosque do CFH (Centro de Filosofia e Ciências Humanas).

Sinopse

Na leitura do testamento de sua mãe, os gêmeos Simon (Maxim Gaudette) e Jeanne (Mélissa Désormeaux-Poulin) descobrem que têm um irmão e o pai, que os dois achavam que havia falecido, estava vivo. Dentre muitos pedidos, a maioria desconfortantes, o último e mais importante vinha com duas cartas seladas: encontrar os dois e entregar-lhes.

Ficha técnica

Direção: Denis Villeneuve
Roteiro: Denis Villeneuve, Valérie Beaugrand-Champagne
Elenco: Allen Altman, Lubna Azabal, Maxim Gaudette, Mélissa Désormeaux-Poulin, Rémy Girard
Ano: 2010
Duração: 2h10m
Classificação: 14 anos

Sobre o projeto

Hoje, vivemos em uma sociedade na qual a linguagem visual sofre grande influência na construção e formação da subjetividade dos indivíduos. Partindo deste princípio, o projeto Cine Paredão tem como propósito socializar, trocar e expandir diversas manifestações audiovisuais, buscando
(mais…)

Grupo musical ‘Vai Como Der’ se apresenta na Biblioteca Universitária no dia 27 de outubro

23/10/2017 10:10

A Biblioteca Universitária (BU/UFSC) receberá, no dia 27 de outubro, sexta-feira, grupo “Vai Como Der”. Com diferentes gerações em torno da música essencialmente instrumental, o grupo pretende manter vivo o “Choro” no cenário cultural catarinense.

A apresentação ocorrerá no Auditório Elke Hering, às 18h, e é aberta a todos.

Mais informações na página da BU ou pelo telefone (48) 3721-2465.

Biblioteca Universitária exibe nesta semana filmes inspirados em livros

23/10/2017 10:00

A Biblioteca Universitária da UFSC (BU) traz do dia 24 ao dia 27, quatro filmes inspirados em livros. O evento acontece como parte das atividades em comemoração à Semana Nacional do Livro e da Biblioteca (SNLB). As exibições acontecem às 12h30 no auditório Elke Hering e a entrada é gratuita.

Confira a programação:

Terça-feira, dia 24/10: Paisà.
Quarta-feira, dia 25/10As Neves do Kilimandjaro.
Quinta-feira, dia 26/10: A Morte Passou por Perto.
Sexta-feira, dia 27/10: Carandiru.

 

 

Distribuição de ingressos cortesia para show da banda Papas da Língua acontece nessa quarta-feira, dia 25

23/10/2017 09:49

A Secretaria de Cultura e Arte da UFSC – SeCArte comunica que serão disponibilizados 100 (cem) ingressos cortesia para os estudantes da UFSC, no dia 25 de outubro, quarta-feira, a partir das 08h30, na varanda da entrada principal do Centro de Cultura e Eventos (piso térreo), referentes ao Show Papas da Língua – 20 anos, previsto para o dia 28 de outubro, no Auditório Garapuvu do Centro de Cultura e Eventos da UFSC.

Os ingressos serão concedidos mediante entrega do atestado de matrícula impresso e atualizado (mês de outubro), constando que o aluno está regularmente matriculado e apresentação da carteira de identidade (RG). Serão disponibilizados 100 (cem) ingressos distribuídos por ordem de chegada (formação de fila). Cada estudante tem direito a retirar 1 (um) ingresso. Não será permitida a retirada de ingresso com documentação de terceiros.

Os shows pagos não são produzidos pela UFSC, havendo apenas a cobrança do aluguel referente ao espaço. A contrapartida para a UFSC se dá pela liberação dos 100 (cem) ingressos aos estudantes e da integralidade do valor do aluguel deste espaço que vem a ser utilizado em projetos culturais e manutenção do Centro de Cultura e Eventos, conforme o Edital 005/SeCArte/2016.

Serviço

O quê: Distribuição dos ingressos: Show Papas da Língua – 20 anos
Quando: 25/10/2017 – quarta-feira
Horário: 08h30 – por ordem de chegada (formação de fila)
Onde: varanda da entrada principal do Centro de Cultura e Eventos (piso térreo)

Café com Dança realiza palestra e debate sobre dança e articulações

23/10/2017 09:35

O projeto Café com Dança promove este mês o ciclo de palestras e debates sobre dança e articulações.  O professor Rafael Guarato realiza a palestra “A Fabricação de um Mito para a História da Dança no Brasil: O Ballet Stagium” na terça-feira, dia 31, na Sala Pitangueira, hall do segundo piso do Centro de Cultura e Eventos da UFSC, às 14h30.

A proposta é reconstituir historicamente os detalhes que tornaram possível o fenômeno de edificação de personagens que em determinado momento são eleitos como importantes e selecionados para representar uma História da Dança de um país, tomando como exemplo o Ballet Stagium de São Paulo. Buscando desmistificar os pilares em que se assentam tais justificativas, perpassando debates sobre memória, ditadura civil-militar e nacionalismo entre as décadas de 1970 e 1990.

O terceiro ciclo do projeto, intitulado Dança e Articulações, tem como objetivo buscar pontos de encontro entre dança e diversas artes e campos do conhecimento. Neste sentido, pretende apresentar diferentes movimentos, acadêmicos e artísticos, que coloquem a dança em interface com outras disciplinas, assim como produções realizadas em diferentes campos do saber fundadas no encontro com a dança. O projeto recebe pesquisadores e artistas que articulam dança com filosofia, história e artes cênicas, entre outras áreas.

Sobre o convidado

Rafael Guarato – Historiador da dança, professor do curso de Dança da Universidade Federal de Goiás (UFG) e colaborador do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Doutor em Historia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Membro do Conselho Deliberativo e Fiscal (2014/2016) e da Diretoria (2016/2018) da Associação Nacional de Pesquisadores em Dança (ANDA). Membro do Colegiado Setorial de Dança do Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC/MINC – 2012-1017). Diretor Artístico do Grupo Três em Cena (GO). Desenvolve pesquisas relacionadas a economia da dança, meios de legitimação estética e redes sociais no campo da dança no Brasil.
(mais…)

16ª Sepex: história do Sistema Defensivo da Ilha de Santa Catarina atrai o público infantil

20/10/2017 09:17

Crianças observam maquete da Ilha de Anhatomirim. Foto: Henrique Almeida/Agecom/UFSC

Réplicas de canhão, trajes militares, panfletos, banners, maquete e desenhos para pintar são alguns dos recursos usados para contar a história das Fortalezas da Ilha de Santa Catarina para os visitantes que passam pela 16ª Semana de Pesquisa, Ensino e Extensão (Sepex) da UFSC.

Pessoas de diferentes idades visitam o estande, mas as crianças são as que mais se entretém. Já que, além de divulgar o trabalho desenvolvido pela Coordenadoria das Fortalezas da Ilha de Santa Catarina, o objetivo é informar e aproximar a comunidade universitária com a história das fortificações. E é neste aspecto que os pequenos despertam a curiosidade. Eles questionam e se encantam com as informações passadas pelas estagiárias e servidores do setor responsável por gerenciar as fortificações.
(mais…)

Ensaio fotográfico ‘A Beleza de Nossos Corpos Negros’ será exibido no CCE

20/10/2017 08:20

A exposição “Ensaio Fotográfico: A Beleza de Nossos Corpos Negros” começa nessa sexta-feira, dia 20, e vai até o dia 10 de novembro, nos andares do bloco D do Centro de Comunicação e Expressão da UFSC. A abertura da mostra começa às 18h15 com apresentação artístico-cultural e roda de conversa.

“O projeto ‘A Beleza de Nossos Corpos Negros’, que resultou em exposição, documentário e livro, tem como objetivo fortalecer a identidade negra, a partir da estética natural da geografia corporal das pessoas negras. Estas se afirmam no mundo mais fortalecidas e empoderadas pela aceitação de seu eu natural, livres das amarras dos padrões impostos pelos modelos de beleza. A exposição busca contribuir para que se abram muitas reflexões, ações e ensino em torno de temas como identidade, corpo negro, raça, relações ético raciais, arte negra, representatividade, racismo e desconstrução da normatividade.” De acordo com Roberta Lira, coordenadora geral da exposição.

Ficha Técnica

Concepção, Curadoria e Coordenação Geral: Roberta Lira
(mais…)