Concurso Odília Carreirão Ortiga da EdUFSC premia roteiros de teatro e cinema

12/06/2018 14:00

Seguem abertas as inscrições para o Concurso Odília Carreirão Ortiga, promovido pela Editora da UFSC e que vai premiar duas obras na categoria Roteiros de teatro e cinema, inéditas, redigidas em língua portuguesa. Os autores devem ser pessoas nascidas em Santa Catarina ou nele residentes há pelo menos dois anos.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 18 de junho, no horário comercial, na secretaria da Editora da UFSC, localizada no 1º andar do prédio da Editora da UFSC, Campus Universitário, Bairro Trindade, Florianópolis, Santa Catarina. Serão aceitas inscrições por correio, contando a data de postagem, com material remetido para: Editora da UFSC, Concurso Odília Carreirão Ortiga, Caixa Postal 476, Florianópolis, SC, 88040-900.

O teatro de Odília

Formada em Direito (1958) e em Letras Neolatinas Francês e Português (1973) pela UFSC, e doutorada em Literatura Brasileira (1993) pela USP, a ligação de Odília Carreirão Ortiga com o teatro começou em 1959, quando fez parte do grupo fundador do Teatro Universitário de Santa Catarina, que teve uma produção intensa nos anos 1960. Dirigiu peças, excursionou, participou de festivais e incentivou atores, entre eles Zeula Soares, Édio Nunes e Ademir Rosa.
(mais…)

Exposição Vidas Refugiadas no Hall do Centro de Cultura e Eventos

12/06/2018 13:48

O hall do Centro de Cultura e Eventos da UFSC exibe de 07/06 a 06/07 a exposição Vidas Refugiadas, idealizada por Gabriela Cunha Ferraz, com fotografia de Victor Moriyama e edição de fotos e design de Cristina Veit.

O projeto

Esse projeto pretende dar visibilidade e voz às mulheres que pedem refúgio e vivem hoje no Brasil.O tema do refúgio vem sendo abordado em pesquisas acadêmicas e relatórios midiáticos, sempre a partir da perspectiva masculina e raramente com foco na mulher. Por ser minoria, diante das 60 milhões de pessoas deslocadas, a mulher refugiada acaba herdando a invisibilidade já habitualmente experimentada pelas mulheres brasileiras, fazendo com que suas dificuldades sejam menos ouvidas, suas particularidades pouco respeitadas e sua feminilidade completamente ignorada. O resultado desse processo de anulação limita seu acesso a direitos, amplia sua exclusão social, impede sua plena integração e provoca uma perigosa repetição das violações já vivenciadas em seu país de origem.
(mais…)

Fortes e fortalezas de Santa Catarina recebem oficina para candidatura a Patrimônio Mundial

11/06/2018 15:43

Nos dias 13 e 14 de junho, em Florianópolis, no auditório da antiga Alfândega (Rua Conselheiro Mafra, 141), será realizada a Oficina de Alinhamento para a Candidatura do “Conjunto de Fortificações do Brasil” a Patrimônio Mundial, promovida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

As Fortalezas de Santa Cruz de Anhatomirim e de Santo Antônio de Ratones, ambas administradas pela Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), estão entre as 19 fortificações brasileiras indicadas à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) para tornarem-se Patrimônio da Humanidade. Entre os palestrantes do evento estará Salvador Gomes, coordenador das Fortalezas da Ilha de Santa Catarina, que abordará a gestão desses monumentos, a qual vem sendo realizada pela UFSC há quase 40 anos.

(mais…)

3º Colóquio Iternacional FITA: Espetáculos do dia 12/06 (segundo dia)

11/06/2018 12:01

Nesta terça-feira, 12/06, o 3º Cóloquio Internacioal FITA segue com as atrações e  atividades programadas. O espetáculo “Años Luz”, do grupo espanhol “Cia Luz, Micro y Punto” será apresentado às 20 horas, no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC). Também nesta terça-feira, haverá a reapresentação do espetáculo “Tudo Vira Dança”, de curta duração, em várias sessões, à tarde, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC. Ainda no mesmo local acontecem apresentações de lambe-lambe. Os ingressos para “Años Luz” custam R$ 20 inteira e R$ 10 meia-entrada; já a entrada para “Tudo Vira Dança” e apresentações de lambe-lambe é gratuita e aberta à comunidade.
(mais…)

Abertura da mostra pedagógica “Efemeridades e Persistências” no Espaço Estético do Colégio Aplicação

11/06/2018 11:38

Dia 11 de junho, nessa segunda-feira, às 19 horas ocorre a abertura da mostra pedagógica “Efemeridades e Persistências” no Espaço Estético do Colégio Aplicação. O período de visitação se dará durante o horário letivo até o dia 29 de junho. A visitação é gratuita e aberta ao público.

A exposição é proposta por mestrandas e doutorandas da linha de ensino do PPGAV/UDESC, da disciplina de ação educativa em espaços culturais. As propositoras são: Flora Bazzo, Juli Rossi, Káritha Macedo, Maristela Müller, Noeli Moreira e Sil Saldanha.

Serviço

O quê: Exposição Efemeridades e Persistências
Onde: Espaço estético do Colégio de Aplicação da UFSC
Quando: 11 à 29 de junho, durante o horário letivo
Quanto: Gratuito
Contato: espacoesteticoca@yahoo.com

3º Colóquio Iternacional FITA: Espetáculos do dia 11/06 (primeiro dia)

08/06/2018 14:18

Nesta segunda-feira, 11/06, tem início o 3º  Colóquio Internacional FITA, com diversas atividades programadas. O espetáculo “SóFridas” da Companhia Trip Teatro (Rio do Sul – SC) será apresentado às 20 horas, no SESC Prainha. Também nesta segunda-feira, será apresentado o espetáculo  “Tudo vira Dança”, de curta duração, em várias sessões, à tarde, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC. Ainda no mesmo local acontecem apresentações de lambe-lambe. Essas apresentações são gratuitas e abertas à comunidade.

Espetáculos 

“SóFridas”, da Trip Teatro, acontecerá no dia 11 de junho, às 20h, no SESC Prainha (Grátis). O espetáculo catarinense explora o teatro de objetos, uma das temáticas que norteiam esta edição do Colóquio.

Além da apresentação, a companhia também participará dos Relatos de Experiência, na terça-feira (12/06), às 16h. A atividade, aberta ao público, será uma oportunidade para conversarmos a cerca do processo criativo do espetáculo e ocorrerá na Sala Goiabeira do Centro de Cultura e Eventos da UFSC (Campus Trindade).
(mais…)

Cineclube Rogério Sganzerla exibe “Uma Mulher Fantástica” na terça-feira, dia 12/06

08/06/2018 14:16

O Cineclube Rogério Sganzerla exibe nesta terça-feira, 12 de junho, às 19h no auditório Henrique Fontes, do CCE, o filme “Uma Mulher Fantástica” de  Sebatián Lelio. A obra é o segundo filme da Mostra Queer, que será exibida durante o mês junho e início de julho.

Sinopse

Marina é uma garçonete transexual que ocupa seus dias trabalhando como garçonete e ao canto de música lírica. Seu sonho é ser uma cantora lírica de sucesso com isso ela se apresenta nos clubes noturnos da cidade. Quando seu parceiro morre, ela se vê diante da raiva e do preconceito da família dele sem ter o direito de se despedir de seu amado.

Sobre o projeto

O Cineclube Rogério Sganzerla convida a todxs para participar das exibições e da conversa após as sessões que acontecem semanalmente às terças-feiras no Auditório Henrique Fontes (CCE – Bloco B, Campus Trindade, UFSC), às 19 horas. O CRS surgiu da urgência sentida pelos alunos do então recém-criado Curso de Cinema da UFSC (2005) em discutir de forma mais sistemática, através da exibição de filmes e em seguida com um debate, questões ligadas à história e teoria do cinema dentro da comunidade universitária e local. Atualmente o projeto conta com o apoio da equipe do Cine Paredão e é uma realização da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX), Secretaria de Cultura e Arte (SECARTE), Centro de Comunicação e Expressão (CCE) e do Curso de Cinema.
(mais…)

Ciclo de Cinema Africano – LEHAf exibe o filme ‘O Preço do Perdão’

08/06/2018 12:00

O Laboratório de Estudos em História da África (LEHAf) apresenta o filme O preço do perdão (Senegal, 2001), de Mansour Sora Wade, o evento ocorrerá na terça-feira dia 12 de junho às 19:00 na Sala de Projeção do Curso de Cinema da UFSC, localizada no primeiro andar do Bloco D do Centro de Comunicação e Expressão (CCE).

O evento é aberto à comunidade e após a sessão haverá um debate com o público mediado pelo coordenador do LEHAf, o professor Doutor Sílvio Marcus de Souza Correa. O Ciclo de Cinema tem exibições mensais e segue um roteiro geográfico pelo continente africano. O filme de maio é uma produção do Senegal.

Sinopse

História mítica, baseada na tradição oral, sobre uma vila de pescadores na costa sul do Senegal. Um espesso nevoeiro cobre há vários dias a aldeia e impede as pirogas de entrar no mar. O velho religioso da aldeia está moribundo e não pode executar os ritos. Dois homens da vila se apaixonam pela mesma bela garota.
(mais…)

Seguem abertas inscrições para uso do Espaço Expositivo do Centro de Cultura e Eventos da UFSC

08/06/2018 11:37

As solicitações para o uso do Espaço Expositivo “CCEven”, localizado no piso térreo do Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina seguem abertas.  O edital permanente do Departamento de Cultura e Eventos (DCEven) da Secretaria de Cultura e Arte da UFSC (SeCArte) para o uso do Espaço Vivo 2018 é destinado a seleção de projetos para exposições de curta duração, 30 dias no máximo.

Serão aceitos propostas de discentes, servidores técnico-administrativos, servidores docentes e comunidade externa a UFSC que apresentem projetos de exposições de artes plásticas bidimensionais, pinturas, gravuras, fotografias entre outros.

As inscrições são gratuitas e estão disponíveis até o final do ano de 2018 ou até encerrar o número de inscrições validadas, conforme calendário de exposições.

Acesso o aqui o edital.
(mais…)

Graduandos de Artes Cênicas lançam nova edição do jornal online ‘Viva Dell’arte’

07/06/2018 11:16

Os estudantes da terceira fase do curso de graduação em Artes Cênicas da UFSC lançaram uma nova edição do jornal online Viva Dell’arte. A versão atual é dedicada à dança e traz uma entrevista com Antônio Nóbrega, que realizou uma aula-espetáculo na universidade no dia 8 de maio durante a abertura da 4ª Semana da Dança UFSC.

O Viva Dell’arte é um jornal digital destinado à publicação de matérias que abordem temas relativos ao curso, além de divulgar espetáculos dentro e fora da UFSC. Os 35 acadêmicos que iniciam o projeto buscam, com o Viva Dell’arte, estreitar o diálogo entre graduandos e a comunidade universitária em geral.

O jornal está acessível aqui.